Celular

Atualizado em
Leitura 3 min

Bateria de celular pode explodir?

Gabriela Resende, jornalista de Portal de Planos

Por Gabriela Resende

Jornalista — Portal de Planos

Celular explodindo

O celular é utilizado todos os dias e sempre está por perto, por isso é difícil pensar que ele pode representar algum risco. Ainda mais são aparelhos repletos de tecnologias e considerados seguros por todas as fabricantes.

Contudo, é necessário ter cuidados para evitar acidentes, principalmente em componentes mais sensíveis como a bateria, que carrega muita energia para permitir que o smartphone permaneça um grande parte do dia longe das tomadas.

Mas, será que a bateria do celular pode explodir? É uma pergunta que sempre preocupa, já que são aparelhos extremamente úteis. Confira neste post informações relevantes para compreender melhor o assunto!

Bateria do celular: um componente que merece atenção!

As baterias dos smartphones têm grande densidade energética, ou seja, podem reservar boa quantidade de energia durante um determinado período, de acordo com o tempo de utilização do usuário.

Com o passar dos anos, as configurações dos aparelhos evoluíram bastante e os fabricantes também destinaram atenção e tecnologia a esse componente, que precisa suportar esse uso contínuo de forma segura.

As baterias, no entanto, são desenvolvidas para proporcionar segurança e eficiência, porém o próprio usuário deve evitar atitudes e condições que possam oferecer riscos a bateria e aumentar as possibilidades de acidentes.

A bateria pode explodir?

Apesar do desenvolvimento de tecnologias que garantem a segurança, a bateria do celular é sensível a algumas condições, especialmente a exposição ao alto calor ou outras situações adversas, e pode sim entrar em combustão e explodir.

Isso acontece devido ao superaquecimento, que decompõe os componentes químicos e provocam as reações. As baterias de íons-lítio são capazes de suportar temperaturas de até 60 °C, acima desse limite há possibilidades de causar reações que levam os componentes inflamáveis presentes a combustão.

Embora a possibilidade exista, não há motivos para preocupação generalizada, pois a ocorrência desses acidentes é muito baixa e são evitáveis, compreendendo melhor os motivos e tomando cuidados para proteger o aparelho.

Quais os motivos?

Normalmente, o superaquecimento é o principal causador das explosões em baterias de celular, e esse aumento súbito da temperatura pode ser ocasionado por alguns fatores, por exemplo.

Acessórios de baixa qualidade

Os produtos originais são desenvolvidos e testados por uma equipe de engenharia e tecnologia capacitada, para proporcionar aos clientes o máximo de segurança e eficiência.

Quando uma pessoa abre mão desses produtos e recorrem aos paralelos, a possibilidade de acontecer incompatibilidade é grande e assim aumenta o risco de explosões.

Defeitos de fábrica  

É a situação menos provável de acontecer pois, os fabricantes investem muito em segurança dos produtos, além de passar por testes regulamentados por lei. Contudo, não é impossível que os defeitos de fabricação ocorram.

As regulamentações que regem a produção de dispositivos móveis são rígidas e pensadas para proporcionar segurança ao consumidor e todo fabricante tem esse fator como prioridade.

Fissuras internas

Deixar o celular cair pode levar a prejuízos que vão além de trincar a tela, mas a bateria pode sofrer pequenas fissuras internas que são imperceptíveis, alterando a estrutura, levando ao inchaço e consequentemente eleva o risco de explosões.

Isso acontece devido ao rompimento ou danificação das estruturas internas da bateria, responsáveis por conduzir a energia. Uma vez que são comprometidos, existe grande possibilidade de acontecer um pequeno curto-circuito, o que ocasiona a explosão da bateria.

Quais os sinais que bateria apresenta?

A bateria apresenta sinais para alertar que algo está errado com o aparelho e você precisa ter atenção. Saber interpretar com antecedência é o segredo para interromper o uso e evitar acidentes.

Fique atento aos seguintes sinais:

  • deformidade no aparelho;
  • bateria inchada;
  • superaquecimento;
  • oscilações intensas na carga;
  • carregador superaquecido;
  • dificuldade para recarregar;
  • celular desligando sozinho.

O uso ininterrupto de aplicativos mais pesados, como jogos e vídeos, evidentemente vai aquecer o celular, o que é normal. Mas se notar que o aparelho está muito quente pode ter algo errado e está na hora de levar o dispositivo para um profissional qualificado fazer uma análise e verificar se há necessidade de substituir a bateria.

Quais os erros que podem colocar o celular em risco?

Algumas atitudes podem aumentar o risco de explosão da bateria e muitas vezes, são situações rotineiras que nem percebemos que pode ser prejudicial. Por esse motivo, é importante ficar de olho nos seguintes aspectos:

  • deixar o celular exposto ao sol;
  • deixar o celular no banheiro entanto toma banho;
  • não atualizar o sistema;
  • usar celular enquanto ele carrega;
  • deixar o celular carregando a noite toda;
  • deixar de retirar a capa para carregar;
  • usar carregadores, cabos, baterias de outros celulares ou que não são originais.

Como evitar?

O ideal para evitar problemas com a bateria do celular é utilizar acessórios originais com o selo da Anatel, pois eles têm um dispositivo de segurança para interromper o carregamento caso o celular continue ligado na tomada depois de alcançar 100% da carga, evitando que aconteça sobrecarga e curto-circuito.

Evitar deixar o aparelho cair também contribui para não danificar a bateria, pois com a queda, os eletrodos podem ser danificados e comprometer o funcionamento. Os riscos são imperceptíveis e podem causar problemas muito mais sérios do que o prejuízo de perder um aparelho.

A prevenção é indispensável, sendo assim, evite deixar o smartphone ligado na tomada muito tempo, deixá-lo em lugares ou superfícies quentes, fechadas, úmidas ou exposto ao sol.

O smartphone é o dispositivo eletrônico mais utilizado em todo o mundo. É uma ferramenta necessária para falar com amigos, registrar e compartilhar momentos nas redes sociais, trabalhar e muitas outras atividades.

Além de proporcionar a conectividade com o acesso fácil e prático à internet, dispensado em muitas situações o uso de computadores. Com um bom plano, é possível ter toda a comodidade que os recursos tecnológicos oferecem.

Portanto, é extremamente importante preservar e evitar riscos à bateria do celular e até mesmo para a sua saúde, mantendo em bom estado um aparelho tão útil — evite consequências graves.

Se você gostou desse post, deixe aqui o seu comentário sobre alguma situação presenciada ou vivenciada sobre o assunto!

Quem escreve

Gabriela Resende, jornalista de Portal de Planos

Gabriela Resende

Jornalista — Portal de Planos

Graduada em Relações Internacionais (Uni-BH) e Jornalismo (PUC-MG), Gabriela Resende é jornalista do Portal de Planos e apresentadora do nosso canal no Youtube. Por acreditar na importância do acesso à informação, Gabriela produz nossos conteúdos para que você possa, de forma simples e clara, fazer a escolha dos seus planos de telecomunicações e entender mais sobre tecnologia.