internet11/06/2020 Leitura de 4 min

Dispositivos móveis: entenda o que entra nessa categoria

Por Gabriela Resende

Jornalista — Portal de Planos

Dispositivos móveis: pessoas usam tecnologias diferentes

Cada vez mais o termo “dispositivos móveis” é recorrente em nossas vidas. São aparelhos dos mais variados que oferecem diferentes recursos para usarmos no dia a dia. No entanto, com tantos produtos diferentes aparecendo, muitas vezes ficamos confusos com os termos usados para se referir a eles. 

Afinal, o que exatamente são os dispositivos móveis? Qualquer aparelho computadorizado é um dispositivo móvel? Quais os tipos disponíveis no mercado? 

Você pode descobrir a resposta para essas e outras perguntas continuando a leitura deste conteúdo!

O que são dispositivos móveis?

Embora de certa forma “dispositivos móveis” seja um conceito amplo, é simples compreender ao que ele se refere. Em geral, podemos definir como qualquer aparelho portátil que, por meio de recursos de computação, execute funções e processos, como: reproduzir mídia, navegar na internet, acessar e-mail, localização GPS, calculadora, calendário etc.

Como sabemos, as tecnologias digitais avançaram muito nos últimos anos. Desde que os computadores se popularizaram nos anos 1990 e 2000, e com o amplo acesso à internet ao redor do mundo, não param de surgir novos dispositivos para facilitar tarefas do dia a dia. Esses aparelhos são comumente chamados de dispositivos móveis, ou dispositivos mobile

Os mais conhecidos aparelhos entre os dispositivos móveis são os smartphones. O acesso à internet a partir de um aparelho portátil que combina diversos acessórios foi o grande salto necessário para dar a força necessária ao mercado ascendente das tecnologias móveis.

Quais são os tipos de dispositivos móveis?

À princípio, os dispositivos móveis poderiam ser divididos entre três categorias: notebooks ou computadores portáteis, tablets e smartphones. Essa separação, no entanto, se tornou obsoleta com o tempo. Hoje temos muitos outros tipos de dispositivos móveis aos quais as pessoas podem ter acesso. Veja alguns exemplos a seguir!

Smartwatches

Os smartwatches se tornaram mais conhecidos após o boom dos smartphones. Basicamente, esses dispositivos se conectam ao smartphone via bluetooth para, além de marcar as horas, facilitar o acesso a funções como ligações, SMS’s, redes sociais, etc.

Os smartwatches ganharam muita atenção pelos modelos voltados para atividades esportivas e exercícios. Essas versões do dispositivo contam com monitor cardíaco, contador de passos e outras funções que ajudam no desenvolvimento de atletas.

Smart speakers

Os smart speakers, ou auto-falantes inteligentes, são um dos fenômenos mais recentes do mercado de dispositivos móveis. Esses aparelhos representam bem como a inteligência artificial e a “internet das coisas” vão se tornar mais comuns. 

Basicamente, os smart speakers são aparelhos conectados a internet pela rede sem fio, capazes de realizar tarefas por meio de interações de comandos de voz. Atualmente os mais populares são os modelos Echo da Amazon e os Home do Google.

Esses dispositivos são capazes de se conectar com outros aparelhos inteligentes, como smartphones, TV’s Smart, interruptores e termostatos. sistemas de som etc., tornando possível controlar vários aparelhos de um ambiente de forma integrada.

Leitores de livros digitais

Os “Leitores de livros digitais” ou E-readers são dispositivos com um propósito simples: permitir aos usuários pesquisar, comprar, baixar e ler livros, revistas, jornais e outros materiais em formato digital através de uma conexão a uma rede sem fio. 

O E-reader mais vendido no mercado é o Kindle, produzido pela Amazon. No mercado de dispositivos móveis, o maior concorrente dos E-readers são os tablets. Porém, enquanto um é dedicado a um único propósito, os tablets executam uma variedade maior de funções, o que os torna consideravelmente mais caros.

Como os dispositivos móveis executam atividades e processos?

Os dispositivos móveis, assim como os computadores de mesa e os notebooks, precisam de um sistema operacional para processar e coordenar as tarefas executadas.

Enquanto no mercado de computadores prevalecem o Windows da Microsoft e o macOS da Apple, entre os dispositivos móveis os sistemas operacionais mais utilizados são:

  • Android ― Google;
  • iOS ― Apple;
  • Windows Mobile ― Microsoft;
  • RIM ― BlackBerry; 
  • Palm OS ― Palm.

São os sistemas operacionais que permitem que desenvolvedores e programadores criem os diversos aplicativos mobile, ou Apps, a que temos acesso e usamos nos nosso dispositivos.

Mas, além dos sistemas operacionais, muitas vezes também precisamos de acesso a dados móveis para usufruir de diversas funções dos aplicativos e dos dispositivos mobile. 

Esses dados móveis nada mais são do que a conexão de internet móvel que podemos contratar com diferentes operadoras para usar de qualquer lugar sem depender de um modem ou ponto de acesso. A primeira tecnologia de dados móveis que se popularizou foi a 3G, mas hoje já encontramos tecnologia de 4 e até 5G!

Assim, com a combinação de dados, dispositivos móveis e sistemas operacionais, hoje podemos usufruir de diversos aparelhos que facilitam nossa vida e nos ajudam nas tarefas do dia a dia.

Tirou as suas dúvidas? Então compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais e espalhe essa informação!

Compare e escolha

Quer encontrar o plano de celular ideal?

Confira o nosso Comparador de Planos!
Saiba mais
glossario/dispositivos-moveis
00
LinkedinWhatsapp