TV
Leitura 5 min

Vale a pena comprar o Google Chromecast 4? Descubra aqui!

Giovanna Hespanhol, redatora do Portal de Planos

Por

Redatora — Portal de Planos

google chromecast 4

Você que tem os melhores aplicativos de filmes e séries instalados no celular provavelmente vai concordar que, quanto maior a tela, melhor a experiência com o conteúdo. É assim que se consegue ver todos os detalhes das cenas, encontrar os easter eggs e até apreciar as paisagens, figurinos etc.

Mas, cá entre nós, nem o melhor celular tem uma tela tão boa quanto a da TV. E o que fazer quando o seu aparelho não é smart ou não tem o app de streaming que você deseja na loja? A resposta está no Google Chromecast 4. O aparelho da Gigante de buscas já foi a melhor solução para espelhamento de smartphone na televisão. Hoje, vai muito além.

A seguir, veja se vale a pena ter um Google Chromecast 4!

Como o Google Chromecast 4 funciona?

O Google Chromecast 4, conectado em uma das entradas HDMI, é responsável por transformar a TV em "smart". Com isso, dá para espelhar o conteúdo do seu celular na tela bem maior. Mas, como vimos, a proposta da 4a geração promete muito mais do que isso. Ele já tem um sistema operacional próprio e até armazenamento interno.

Isso não impede o consumidor de usá-lo para espelhar o celular, claro. Nesse caso, basta encontrar aquele streaming que você deseja, localizar o ícone de conectividade com o Chromecast, selecionar a TV em questão e pronto. É só assistir aos conteúdos do seu interesse!

Agora, na nova versão, o Google Chromecast na TV permite o download de aplicativos. Ou seja, você pode baixar a Disney Plus, Globoplay, Netflix e outros serviços de streaming para o aparelho e dar play quando quiser.

Quer saber qual internet para usar sua Smart TV?

Descubra o plano de internet ideal junto aos nossos especialistas!

Quais as diferenças para as versões anteriores?

A primeira delas é o design. No primeiro modelo, o formato semelhante a um pendrive era bastante clean e compacto. Já nas versões 2 e 3, também no preto fosco, passou a ser como um disco, conectado à TV por um cabo curto e achatado. Já o Chromecast 4 está mais oval em relação aos dois anteriores e ganhou cores novas: branco (snow), azul claro (sky) e rosa (sunrise).

Mas não há dúvidas que a possibilidade de navegar pelos apps baixados no aparelho sem precisar do celular é seu grande destaque. A autonomia do uso concede aos consumidores novas possibilidades –– até mesmo um visitante da casa pode acessar os conteúdos dos streamings sem depender do smartphone.

O controle que o acompanha, também nas cores do aparelho escolhido, também é um dos avanços dos modelos anteriores. Ele permite a navegação facilitada, com atalhos para alguns dos principais serviços de streaming do mercado. Dá para acessar facilmente o Google Assistente, mutar o áudio, entre outras funções.

Quais são as principais funcionalidades do Chromecast 4?

Para funcionar de forma independente, vimos que o Google Chromecast 4 tem um armazenamento interno. São 8 GB para adicionar os aplicativos do seu interesse. Já sua memória RAM é de 2 GB para rodar tranquilamente a interface dos apps. O processador é um quad-core Amlogic S905X2 com GPU Mali-G31 MP2.

Quem gosta de uma experiência mais imersiva com os conteúdos o Google Chromecast 4 oferece uma resolução máxima de 4K a 60 fps. Além disso, tem compatibilidade com a visualização em HDR, Dolby Vision e som Dolby Atmos. Isso significa assistir às suas séries, filmes, documentários e outros com muito mais qualidade.

Os gamers de plantão também vão gostar de saber que existem diversos jogos para a TV, como Horizon Chase, Crossy Road, Farming Simulator, Asphalt 8, Dead Trigger 3, entre outros. Lembrando que muitos games não aparecerão na tela por falta de compatibilidade ao formato da TV.

Com o Google TV, novo sistema presente no aparelho, os consumidores terão maior facilidade ao acessar conteúdos do Google Fotos. Tudo isso com poucos comandos, já que dá para solicitar as ações por meio do Google Assistente.

O corpo do Google Chromecast 4 traz um botão de reset e um LED que indica quando o aparelho está em uso. A conexão é feita por um HDMI em uma das pontas e uma entrada USB-C na outra –– neste caso, é o plugue para ligar o dispositivo na energia elétrica. Para a conexão Wi-Fi, há suporte para as redes 2.4 Ghz e 5.0 Ghz.

Já o controle traz um microfone embutido, responsável pela comunicação com o Google Assistente e os comandos de voz. Ele funciona a pilhas, com boa duração, segundo a fabricante, e se conecta ao Chromecast 4 por meio do Bluetooth 4.1.

Afinal, vale a pena comprar o Google Chromecast 4?

Em geral, esse é um aparelho que tem excelente custo-benefício –– sobretudo para quem não tem uma TV smart ou o app desejado para baixar no próprio monitor. São diversos os benefícios de comprar o Google Chromecast 4. Porém, há algumas limitações que, a depender do nível de exigência do consumidor, são um verdadeiro banho de água fria.

Que tal decidir se o Google Chromecast 4a geração vale ou não a pena para você? Separamos algumas considerações a seguir!

Vantagens

Para começar, veja alguns motivos pelos quais o Google Chromecast 4 se mostra um aparelho útil para os usuários:

  • assim como outros modelos de aparelho semelhantes vêm com Alexa integrada, o Chromecast 4 traz o Google Assistente;
  • você pode ver conteúdos em 4K, em um aparelho que é compatível com as tecnologias de Dolby Vision e Dolby Atmos;
  • o Google TV é algo que vem para facilitar a navegação entre os aplicativos na TV, totalmente compatível com o sistema operacional do aparelho. Dá para pesquisar, por exemplo, por filmes de comédia no Chromecast e ele mostrará os resultados disponíveis nos seus apps baixados;
  • sem dúvidas, a grande vantagem do Google Chromecast 4 é o controle remoto que o acompanha. Então, é possível usá-la de forma independente do celular, o que não acontecia nos outros modelos.

Desvantagens

Agora, vamos ver o que o Google Chromecast de 4a geração tem que pode desanimar alguns consumidores:

  • demanda por tomada elétrica em alguns casos –– quem tem pouco espaço de tomada no filtro de linha ou fica de olho no consumo de energia da casa pode se decepcionar ao ter que ligar o Chromecast 4 na tomada. Como os outros modelos não apresentavam essa necessidade, chega e ser um pouco frustrante;
  • o valor está sempre em alta. Para quem pretende trocar a TV em um futuro breve, compensa pegar um modelo smart com um bom sistema operacional em vez de investir na televisão e no Chromecast;
  • apesar de ter integração com o Google Assistente, o recurso tem algumas limitações que não permitem ao consumidor ter aquela experiência diferenciada com o produto.

Gostou de conhecer a 4a geração desse aparelho tão útil na vida dos amantes da telinha? Então, se quer entender melhor o funcionamento dele, saiba o que é o Chromecast!

Giovanna Hespanhol, redatora do Portal de Planos
Escrito por:Giovanna Hespanhol

Graduada em Jornalismo (UNESP) e Marketing (Uninove), Giovanna Hespanhol atua com redação e revisão de conteúdos com foco em SEO. Das novidades da tecnologia às dicas de séries e filmes nos streamings, gosta de escrever de tudo um pouco.

Conheça mais sobre a autora
artigos/google-chromecast-4
4.500