Atualizado em
Leitura 4 min

Como será o celular do futuro?

Gabriela Resende, jornalista de Portal de Planos

Por

Jornalista — Portal de Planos

Como será o celular do futuro?

Lembra do famoso “tijolão”? Os primeiros aparelhos celulares que chegaram ao Brasil, por volta de 1990, eram chamados assim. Isso porque eles realmente pareciam um tijolo (tanto em relação ao peso quanto ao tamanho), e poucas pessoas tinham o privilégio de carregar um na bolsa ou na pochete!

De lá pra cá o mundo mudou muito, e o celular também. Ficou mais popular, mais leve e mais fino. E o mais importante: deixou de ser só um telefone e ganhou um monte de funcionalidades. Falar é o que a gente menos faz com ele, não é verdade?

Neste post, você vai dar um salto na história e conhecer o celular do futuro! Continue a leitura para descobrir o que mais vem por aí em termos de tecnologia e design!

Novas tecnologias

Atualmente, usamos o celular para mandar mensagens no WhatsApp ou Telegram, assistir filmes e séries, passar o tempo com games, acompanhar as redes sociais, fazer compras e até cuidar da saúde.

São tantos aplicativos úteis (e outros nem tanto!) que temos à disposição que, às vezes, a gente até esquece que nada disso existia há poucos anos. E a tecnologia não para de avançar.

Novos programas e apps, além de inovações no design e na fabricação dos aparelhos, surgem a cada dia para facilitar nossa vida. Separamos as principais tendências para você!

Design

O que mais chama nossa atenção, com certeza, é o design dos novos aparelhos. Mais modernos, finos, com tela infinita e quase sem botões físicos. A tendência é deixar o visual mais limpo, sem tantos detalhes. 

Sabe essa tela cheia de apps? Pois é, não será necessário ocultar aplicativos, pois eles não estarão na tela. Com o celular do futuro, ela ficará escura e só mostrará o que o usuário precisar no momento.

Velocidade

A tecnologia evolui muito rápido. Hoje, já estamos operando com 5G em alguns países, inclusive no Brasil, com velocidade 12 vezes maior do que a 4G.

É claro que isso vai mudar a forma como acessamos conteúdo. São muito mais informações a que teremos acesso, sem travar o vídeo ou ter problemas nas videochamadas.

NFC

Essa é a tecnologia que permite fazer pagamentos só aproximando o celular, por exemplo. Ela possibilita a transmissão de dados em curtíssimo alcance: cerca de 10 cm.

Os dois aparelhos precisam ter autorizado a transação para que dê tudo certo. Senão, você iria sair por aí mandando dados pra todo lado!

Agora, imagine o quanto o NFC pode contribuir para a segurança na transmissão de dados e que tipos de aplicativos podem se beneficiar dessa tecnologia? Você pode enviar uma foto para o colega só aproximando os dois aparelhos!

Ultrasense

Com essa tecnologia, os botões físicos deixarão de existir no celular do futuro. Os sensores ultrassônicos vão fazer todas as funções.

Eles podem identificar a força do toque e o padrão do usuário, o que aumenta a segurança sem depender de senhas ou reconhecimento facial.

Ah, e como esses sensores podem ficar em qualquer lugar no aparelho (não só na tela), a forma como lidamos com jogos digitais também vai mudar.

Comando por voz

Essa é uma tendência já bem popularizada atualmente. Basta dizer “OK, Google” e acessar informações variadas, abrir o GPS, um app para baixar música ou fazer uma ligação.

E tudo indica que cada vez mais teremos as mãos livres para comandar o smartphone ou o smartwatch por voz, com todos os aparelhos da casa integrados e interagindo por meio da Internet das Coisas (IOT).

Plasticidade

Você já teve um ataque do coração quando o aparelho escorregou da mão e a tela ficou toda craquelada? Agora, imagine um aparelho leve, plástico e maleável, quase um slime! 

Já pensou em dobrar o celular e usá-lo como uma pulseira? Essa tecnologia permite que o celular mude de forma. Você conseguirá moldá-lo para caber no bolso, abrir a tela para projetar em Widescreen e assistir aos melhores filmes na Netflix quando quiser. 

Tela

Uma novidade muito esperada, mas que deve demorar pra chegar, é a tela projetada no braço. Aí, sim! Esqueça a tela quebrada que comentamos antes! Com uma pulseira fininha, a tela do celular é projetada no braço.

Dessa forma, basta tocar nos botões projetados e ter acesso a todas as funções do aparelho. A tecnologia é do Android, custa muito caro e ainda não tem previsão para ser comercializada.

Prepare-se para o celular do futuro

Muita gente se lembra do desenho animado Os Jetsons, que se passava em um cenário futurista. Muito do que vimos ali já se tornou realidade: videoconferências e videochamadas, por exemplo, fazem parte, atualmente, da rotina de quem trabalha em home office ou mora longe da família.

Mas muito mais ainda vem pela frente. Nos próximos 5, 10 ou 20 anos, o mundo da forma como o conhecemos não existirá mais. A Inteligência Artificial está cada vez mais proporcionando facilidades tanto em relação a celulares quanto a outros aparelhos domésticos e do carro. E já temos algumas, como:

  • A conexão entre aparelhos de forma inteligente, isto é, sem necessidade de você ter que enviar um comando, será parte do cotidiano;
  • É possível que todas as funções do notebook sejam transferidas para o celular, ou seja, pode surgir um novo aparelho que teria o melhor desses dois;
  • A expectativa também é de que os preços abaixem e todas essas novidades, com o tempo, ficarão acessíveis para a população;
  • Já temos no celular do futuro algumas funcionalidades, como celulares dobráveis, aparelhos flexíveis com tela flip, carregamento de bateria sem tomada e outros, mas tudo ainda bem caro e distante do consumidor comum. Mas aguarde! As novidades aparecem sempre e podem te surpreender!

Se você ficou chocado com o que leu, compartilhe essas informações nas suas redes sociais e veja como seus amigos vão reagir às novidades do celular do futuro!

Gabriela Resende, jornalista de Portal de Planos
Escrito por:

Gabriela Resende

Graduada em Relações Internacionais (Uni-BH) e Jornalismo (PUC-MG), Gabriela Resende é jornalista do Portal de Planos e especialista em telecomunicações. Por acreditar na importância do acesso à informação, produz conteúdos para que você possa, de forma simples e clara, fazer a escolha dos seus planos de telecomunicações e entender mais sobre tecnologia.

artigos/celular-do-futuro
4.561