• Home
  • Artigos
  • Você sabe o que é um streaming de jogos? Descubra aqui!
Dicas
Atualizado em
Leitura 5 min

Você sabe o que é um streaming de jogos? Descubra aqui!

Flávio Croffi, especialista em Cultura Geek e Tecnologia do Portal de Planos

Por

Especialista em Cultura Geek e Tecnologia — Portal de Planos

Menino jogando no computador

Durante a pandemia uma das formas de entretenimento que acabaram explodindo no mercado foi o streaming de games. Trazendo um público que antes não tinha tempo e nem interesse, somado ao fato das pessoas estarem buscando algum tipo de interação pessoal por conta do isolamento social, assistindo mais lives. 

E não é somente como espectador que você pode aproveitar os streaming de jogos no Brasil, mas também como streamer. E para isso não faltam opções de jogos e plataformas para utilizar, dos mais pesados para a realidade do brasileiro como Fortnite, Fifa, Counter Strike, aos mais leves como Free Fire, League of Legends e Stardew Valley, entre outros jogos. E para melhorar essa experiência, você deve escolher a plataforma certa para uma jogabilidade otimizada. 

Além disso, acompanhar outras pessoas jogando e ensinando os melhores atalhos para vencer, naturalmente, facilita a vida na hora de passar por fases complexas ou lidar com batalhas intensas.

Neste artigo, você vai tirar todas as suas dúvidas sobre o que é streaming de jogos e se inteirar sobre o que tem de mais interessante na área. 

O que é um streaming de jogos?

Para entendermos o que é streaming de jogos, primeiro temos que compreender o que é streaming. É uma tecnologia que permite a transmissão online de vídeo e áudio através de vários dispositivos, dispensando o armazenamento na máquina. Ou seja, você consegue consumir um conteúdo sem ter a necessidade de baixar ele, somente utilizando a banda da sua internet móvel ou fixa.  

Isso dá a possibilidade de consumir os mais distintos conteúdos de forma rápida e sem precisar fazer downloads intermináveis. 

Nos meados dos anos 2010 os serviços de streaming de vídeo, música e até mesmo jogos, estavam engatinhando. Porém, na última década o cenário mudou, ainda mais com o agravante da pandemia de covid-19. Segundo o Relatório de Fenômenos da Internet divulgado pela Sandvine em 2018, a Netflix sozinha é responsável por mais de 15% do tráfego global de internet, contra 5% das redes sociais. 

No Brasil, o Globoplay é líder no segmento, com mais de 20 milhões de assinaturas. Enquanto os serviços de streaming de música, como o Spotify, foram responsáveis por pelo menos 80% do faturamento da indústria em 2019. 

A partir dessa explicação, fica mais fácil compreender que o streaming de jogos nada mais é que uma forma de consumir games de maneira instantânea, sem se preocupar com a compra de mídias físicas como era antigamente. Um exemplo fácil de compreender isso é como se esses serviços fossem uma Netflix de jogos.  

As plataformas podem oferecer uma experiência tanto para quem joga quanto quem deseja aprender, ou seja, com transmissões ao vivo de torneios de eSports e tutoriais de games.

Quais são os streamings para jogar?

Uma das primeiras empresas que buscou investir em um modelo similar a uma locadora online de jogos ao estilo Netflix foi a Google. Com o Stadia, uma plataforma na nuvem que roda em vários dispositivos como celulares, PCs e TVs, cobrando uma assinatura mensal de 10 dólares. Foi lançada em novembro de 2019 em alguns países, excluindo o Brasil. 

Os assinantes poderiam acessar o streaming do Google por meio de qualquer navegador Chrome, bem como o sistema operacional da empresa, o popular Chromecast. Podendo contar com um catálogo de jogos online

Mas nem tudo são flores. O que poderia ter sido um sucesso, se tornou em uma tragédia para a empresa, chegando a fechar os recentes estúdios criadores para desenvolver jogos originais para a plataforma. 

Diferente da Netflix ou uma Amazon Prime, no Stadia os usuários além de pagar para utilizar o serviço de streaming, tinham que comprar os jogos novamente para poderem jogar. Além disso, um dos problemas mais relatados entre aqueles que conseguiram usar a plataforma foi o do tempo de resposta nos jogos, o delay. 

E os jogos. O que adianta investir em uma plataforma que você ainda vai ter que pagar pelo o que pretende jogar, se o seu catálogo não é nem um pouco atrativo, apenas com jogos antigos? O serviço hoje encontra-se praticamente abandonado pela Google, ao lado do Google Glass. 

Para se ter uma ideia da concorrência nesse setor, existem streamings de games em diversas companhias e com funcionalidades distintas, tais como Playstation Now, GeForce Now, Jump, Nintendo Switch, Microsoft xCloud, entre outros. Muitos ainda não estão disponíveis no Brasil. 

Evidente que além das configurações da máquina e do console serem relevantes, a conexão da internet também será um fator fundamental, de modo que o mínimo recomendado seja a partir de 15 Mbps. Por isso, é importante checar qual a melhor internet fixa para sua região, já que o streaming funciona melhor com o cabo de ethernet conectado diretamente no seu PC. 

Quais são os streamings de jogos para assistir?

Enquanto as plataformas de streaming de jogos no Brasil não estreiam, o que tem feito sucesso e encontra adeptos diariamente são os espaços de gameplay, isto é, tutoriais feitos por influenciadores ou pessoas comuns sobre vários tipos de games, além de poder acompanhar a jogatina com comentários do seu streamer favorito. 

A profissão de Streamer ganhou importância, ainda mais por conta da pandemia, tanto é que trouxemos abaixo algumas das melhores plataformas do momento.

Mas antes disso, vamos fazer um minuto de silêncio para aqueles serviços que deixaram de existir nos últimos anos. Youtube Gaming descansa em paz ao lado do Stadia e o falecimento da promissora plataforma chamada Mixer, que investiu milhões para cooptar streamers famosos da Twitch, mas morreu na praia. 

Twitch TV

twitch

Sendo a mais conhecida no meio, a Twitch TV da Amazon oferece um serviço gratuito em matéria de lives e gravações de jogos, sendo necessário apenas ter o aplicativo ou acessar o site próprio da companhia. 

A ideia é servir com uma verdadeira comunidade e reunir diversas pessoas em torno dos seus gostos favoritos, possibilitando um espaço democrático para assistir e interagir com os streamers. 

Claro que os conteúdos não se resumem apenas em gameplays, mas também transmissões de torneios, streams da vida real, talk shows e várias outras possibilidades criativas. 

Caso o usuário queira uma experiência de consumo mais ampla, existe a possibilidade de assinar o Twitch por meio da Amazon Prime, desfrutando assim de outros benefícios que a empresa oferece.

Facebook Gaming

Óbvio que Mark Zuckerberg não ficaria de fora dessa festa de streamings de jogos, tanto é que o Facebook também dispõe do seu espaço para os criadores de conteúdo e demais usuários.

As lives de gameplay são as maiores atrações da plataforma, atraindo grandes jogadores e tornando a interatividade bem similar à rede social. 

É possível acessar essa página tanto pelo site quanto no aplicativo do Facebook, de modo que a área para games também está inclusa e permite que os usuários se divirtam também em vez de só acompanharem. 

Para finalizar, veja que o streaming de jogos é a possibilidade de ampliar os horizontes em termos de jogabilidade e interação, proporcionando um entretenimento exclusivo e divertido de consumir. E você não precisa de muito investimento para começar a jogar, existem muitos jogos grátis como League of Legends e Warframe que você pode investir para fazer lives, ou apenas acompanhar.

E se você tiver interesse em começar a fazer lives na Twitch ou no Facebook Gaming, você pode baixar ferramentas gratuitas na internet como o Stream OBS, OBS Studio e o Twitch Studio para começar a brincar um pouco.

Bom, se você curtiu o conteúdo apresentado até aqui e se interessou pelos streamings de games, que tal descobrir qual a melhor internet fixa do Brasil para assistir e fazer lives de jogos com qualidade?

Compare e escolha

Quer encontrar um plano com mais internet para o seu celular?

Flávio Croffi, especialista em Cultura Geek e Tecnologia do Portal de Planos
Escrito por:

Flávio Croffi

Flávio Croffi é jornalista e, há mais de 15 anos, é especialista em cultura pop e tecnologia. Fundador do NERDIZMO, foi editor do GamesBrasil, TechGuru, BABOO e já forneceu conteúdo para portais como o MSN, UOL, iG, Terra e R7. Flávio também foi repórter das revistas MOVIE, EGW e Nintendo World.