Internet

Atualizado em
Leitura 4 min

Link dedicado: entenda como a escolha pode ser útil

Gabriela Resende, jornalista de Portal de Planos

Por

Jornalista — Portal de Planos

Pessoa com notebook nas mãos e conectando servidor para ter link dedicado

Embora a internet tenha transformado e facilitado e diversas relações de comunicação, a dependência de uma boa conexão para desempenhar diversas atividades profissionais também trouxe preocupações. Nesse contexto, o link dedicado surgiu como a solução para grandes empresas evitarem transtornos relacionados a internet e que representam riscos para os negócios.

Se você nunca ouviu falar de link dedicado, não se desespere. A seguir explicamos exatamente o que é e como funciona um link dedicado, as diferenças para a internet banda larga e as vantagens desse tipo de conexão. Confira e descubra se o link dedicado é uma boa solução para os seus problemas!

O que é link dedicado?

Nos primórdios da popularização da internet, era comum acessarmos a rede por meio de conexões discadas. Quem já usava a internet no início dos anos 2000 certamente se lembra de como a internet era lenta e difícil de se usar.

Algum tempo depois, se popularizaram as chamadas conexões de banda larga. Essa tecnologia otimiza o acesso à rede ao permitir uma conexão que não ocupa a linha telefônica e que oferece melhores taxas de velocidade.

Contudo, mesmo as conexões de banda larga sofrem com problemas de lentidão e instabilidade. Isso porque, para acessar a rede de internet usando esse tipo de conexão, temos que compartilhar um mesmo caminho com diversos outros usuários até o provedor de rede oferecido pela operadora.

Compartilhar um caminho com vários usuários gera congestionamento da rede, limitando a velocidade de transmissão e recebimento de dados e prejudicando o desempenho da rede. Em alguns momentos, esse congestionamento pode gerar quedas totais de conexão. 

Assim, no contexto de empresas, cuja produtividade e desempenho estão diretamente ligados à qualidade da conexão a internet, isso pode ser extremamente prejudicial. Nesse sentido, o link dedicado surge como solução para assegurar a estabilidade e velocidade da conexão.

Enquanto nas conexões “normais” estamos dividindo o tráfego com vários usuários, nas de link dedicado temos acesso a um caminho livre e exclusivo até os provedores da rede de internet.

Como o link dedicado funciona?

Imagine que uma rede de internet é como um conjunto de rodovias compartilhadas por diversos motoristas. 

As rodovias seriam constituídas pelos diferentes tipos de conexão, que são disponibilizados pelas operadoras. Enquanto a maioria dos usuários utiliza as mesmas “rodovias” (tipos de conexão) para acessar os provedores da rede, gerando o congestionamento, o link dedicado é uma rodovia exclusiva, totalmente liberada para o seu uso pessoal.

O funcionamento dos IPs também se dá de forma diferente entre as conexões normais e o link dedicado. Enquanto nas conexões de banda larga o IP é dinâmico e muda à medida que novas conexões são estabelecidas, no link dedicado a operadora disponibiliza um determinado número de IPs fixos, exclusivos para a empresa contratante.

Com IPs fixos é possível criar servidores próprios de internet e configurar serviços de criptografia, o que torna as conexões ainda mais seguras, algo extremamente relevante para grandes empresas e corporações.

Tudo isso, é claro, representa um gasto maior com os serviços de conexão a internet. Todavia, em muitas situações, trata-se de um custo que, na prática, é um investimento na produtividade, desempenho e segurança da empresa.

Quais as vantagens do link dedicado?

Agora que você já entende o que é o link dedicado e como esse tipo de conexão funciona, ficará fácil entender as vantagens dessa opção.

1. Estabilidade

Com uma conexão exclusiva ao provedor de internet, a chance de passar por problemas como instabilidade de sinal e perda de conexão é mínima. Assim, não importa o horário de acesso ou tipo de atividade desempenhada, a conexão estará sempre disponível com velocidade estável e qualidade no envio e recebimento de dados.

2. Velocidade de conexão

Nos demais tipos de conexão dificilmente conseguimos usar a internet na velocidade máxima prometida. Isso se deve ao número de usuários dividindo o tráfego. Mas nas conexões de link dedicado, a velocidade estabelecida em contrato está sempre a disposição do usuário

Assim, atividades que exigem um alto desempenho de conexão podem ser feitas de forma mais eficiente do que nas conexões normais.

3. Segurança

Por serem redes nas quais o acesso aos provedores é compartilhado entre muitos usuários desconhecidos, as conexões normais não oferecem tanta segurança na proteção de dados e informações. 

Já as conexões de link dedicado são menos vulneráveis a ataques cibernéticos e oferecem uma segurança muito maior para os dados e informações compartilhadas. 

Além disso, como mencionamos anteriormente, usando link dedicado e IP’s fixos, é possível criar e configurar serviços de criptografia criando mais camadas de segurança para as informações da empresa ou corporação.

Com essas informações fica mais fácil identificar se o link dedicado é uma boa opção para as suas necessidades, não é mesmo? Então consulte as condições oferecidas pelas operadoras e escolha o serviço de link dedicado que melhor se adequa às exigências do seu negócio!

Gostou deste conteúdo? Compartilhe agora mesmo nas suas redes sociais!

Gabriela Resende, jornalista de Portal de Planos
Escrito por:

Gabriela Resende

Graduada em Relações Internacionais (Uni-BH) e Jornalismo (PUC-MG), Gabriela Resende é jornalista do Portal de Planos e especialista em telecomunicações, além de ser apresentadora do nosso canal no Youtube.