Internet

Atualizado em
Leitura 4 min

Índice Netflix de Internet: conheça o poderoso comparativo

Gabriela Resende, jornalista de Portal de Planos

Por Gabriela Resende

Jornalista — Portal de Planos

Tela da Netflix em navegador de internet

Você sabia que é possível fazer comparações de velocidade e, com isso, ter uma escolha mais coerente na hora de contratar um plano de banda larga? Já ouviu falar no Índice Netflix de Internet alguma vez na vida? 

Sendo um dos serviços de streaming mais queridos, a Netflix detém a impressionante marca de mais de 183 milhões de assinaturas pagas, criando conteúdos originais e promovendo muitos filmes, séries, documentários, shows, entre outros gêneros. 

Como nem sempre a experiência de consumo é a mesma para todos, acompanhe a leitura e veja como o Índice Netflix de Internet pode auxiliar sua rotina!

Afinal, o que é o Índice Netflix de Internet?

Embora os usuários sejam livres para assistir seus filmes e séries a qualquer hora, o fluxo de pessoas logadas na plataforma de streaming costuma crescer muito a partir das 18h. 

Com isso, o Índice de Velocidade de Conexão Netflix serve para medir o desempenho dos provedores de internet durante o horário de pico.

Esse teste começou em novembro de 2012 e costuma realizar as apurações mensalmente, mas só do que é usado nesse streaming, descartando assim demais serviços. 

Porém, a medição foi paralisada em fevereiro deste ano, pois a Netflix adotou medidas de redução da banda ofertada para oferecer um serviço igualitário, de modo que as pessoas se divirtam na quarentena.

Como ele funciona?

O índice apresenta uma taxa média de megabits por segundo (Mbps) utilizados no horário nobre pelos assinantes, desconsiderando a conectividade via redes de celular. 

Ao entrar no site, você vai se deparar com uma caixa de busca e um mapa, permitindo que pesquise velocidades não só do Brasil, mas de todos os países credenciados com a Netflix. 

Escolhendo um país como base, você migra para uma outra tela que informará os líderes no último mês apurado, mostrando a posição, o provedor de internet, a velocidade atual e anterior. 

Caso tenha alguma alteração no ranking, aparecerão indicadores com o número de posições em que um provedor subiu ou caiu — como se fosse a classificação de um campeonato de futebol.

O comparativo também permite que você veja os tipos de conexões que encabeçam a lista, tomando como parâmetro cinco tipos distintos: fibra óptica, cabo, DSL, satélite e wireless. 

Além disso, no gráfico, você pode ajustar a análise para verificar a evolução da taxa média de velocidade em 6 meses, 1 ano, 2 anos ou durante todo o período.

Por que essa informação é importante?

Por mais que pareça algo muito legal de acompanhar, provavelmente você deve estar se perguntando o porquê dessa medição ser importante na sua vida, não é verdade? 

Pois bem, o índice pode contribuir muito na sua tomada de decisão, pois, ao se deparar com o ranking de melhores provedores, fica mais fácil escolher qual plano de internet é o melhor para as suas necessidades. 

Ter esse parâmetro na hora de contratar o plano de banda larga faz uma enorme diferença, especialmente se você tem que dividir a internet com outras pessoas na casa. 

Imaginando que você esteja de home office e outras pessoas acessem a Netflix ao mesmo tempo, utilizar o índice como base ajuda a remanejar horários e encontrar a melhor forma da família aproveitar o potencial da conexão ao máximo.

Ter a devida noção do que precisa e comparar com o que tem permite negociar planos ideais e, obviamente, brigar pelos seus direitos de consumo, caso a operadora contratada não oferte o que foi prometido. 

Quanto maior o Índice Netflix de Internet, melhor o desempenho obtido na plataforma, de modo que consiga assistir tudo que gosta de forma rápida, sem travamentos e com uma imagem de qualidade.

Como testar a velocidade da sua internet?

Vale lembrar que o índice da Netflix é uma medição específica e que, por isso, é sempre importante verificar a velocidade completa do plano oferecido. 

Existem vários sites que disponibilizam um medidor de conexão, sendo que três aspectos merecem uma atenção maior para interpretar os resultados:

  • download — métrica para determinar a qualidade da banda larga e o potencial dela para “baixar” arquivos, sendo que o ideal é que o valor esteja próximo da velocidade contratada;
  • upload — com um valor menor em relação ao download, mostra a capacidade que a sua internet tem de enviar arquivos para a rede de computadores, tais como imagens, áudios, vídeos, documentos, entre outros;
  • latência — também conhecida como “ping”, ela tem a missão de mostrar o tempo (em milissegundos) da conexão entre o dispositivo e o servidor.

Durante o teste de velocidade, verifique se todos os equipamentos estão funcionando adequadamente e faça o procedimento mais de uma vez para averiguar possíveis diferenças. 

Vale lembrar que, desde 2014, a Anatel estipula que as transmissões médias e instantâneas devem ter 80% e 40%, respectivamente, da velocidade contratada no mínimo.

Como aproveitar melhor o potencial da sua internet?

Para assistir seus filmes e séries com total sossego e desfrutar de outras atividades sem se aborrecer, é natural que vários fatores entrem em questão. 

Por mais que o primeiro impulso seja reclamar da operadora, nem sempre o problema está no serviço oferecido, sendo que é possível adotar ações que melhoram a performance da sua banda larga fixa.

Verifique se não há objetos que estejam no caminho do roteador, pois isso pode atrapalhar bastante o sinal emitido ou, até mesmo, bloqueá-lo. 

Pesquise se os aplicativos e sites utilizados não consomem muita internet, evite acessos em muitos dispositivos ao mesmo tempo e, principalmente, confira o estado da fiação da casa para evitar qualquer surpresa incômoda.

Por fim, perceba que o Índice Netflix de Internet é apenas uma das análises disponíveis para comparar planos, a fim de facilitar sua vida na hora de curtir um bom entretenimento ou otimizar os gastos com contratação de banda larga.

Se você gostou deste conteúdo e acha que seus amigos vão gostar de saber do assunto, então compartilhe o post em suas redes sociais agora mesmo! 

Quem escreve

Gabriela Resende, jornalista de Portal de Planos

Gabriela Resende

Jornalista — Portal de Planos

Graduada em Relações Internacionais (Uni-BH) e Jornalismo (PUC-MG), Gabriela Resende é jornalista do Portal de Planos e apresentadora do nosso canal no Youtube. Por acreditar na importância do acesso à informação, Gabriela produz nossos conteúdos para que você possa, de forma simples e clara, fazer a escolha dos seus planos de telecomunicações e entender mais sobre tecnologia.