[Infográfico] – Descubra como fazer a portabilidade para outra operadora sem perder seu número atual

Quer contratar um plano de TV SKY e assistir seus canais favoritos a hora que quiser?
Apenas 12x de R$ 12 por tempo limitado. CLIQUE EM "EU QUERO!"
EU QUERO!

Em vigor desde 2008, a portabilidade no Brasil veio para dar um enorme avanço aos consumidores de serviços de telefonia no país, que agora podem trocar de operadora sem precisar mudar o número de telefone.

A mudança é bem simples e você pode fazer sozinho, mas caso prefira o processo pode ser realizado pelas próprias operadoras.

Para ajudar você, resolvemos criar um infográfico reunindo os passos para realizar a portabilidade do seu número e escolher uma das principais operadoras do país (Vivo, TIM, Claro, Oi, Nextel e Porto Seguro Conecta).

 

Com o novo serviço, o consumidor que estiver insatisfeito com sua operadora, seja pelo preço alto ou pela má qualidade do serviço, agora pode trocar de empresa sem perder seu número. A novidade também está disponível para telefones fixos.

Segundo a Teleco, consultoria especializada em telecomunicações, em relação a 2008 quando o sistema foi criado, só no ano de 2016 o percentual de pessoas que fizeram a portabilidade númerica aumentou em 4,228% e no total, o recurso já teve um uso de mais 3,3 milhões de brasileiros.

 

Foi útil para você? Então baixe o infográfico completo em alta resolução aqui ou veja a abaixo para saber como fazer a Portabilidade da sua operadora.

info-portabilidade

Compartilhe este infográfico em seu site!

 

 

Artigos Relacionados

[Infográfico] Celulares bloquedos no Brasil já chegam a 9,2 milhões. Entenda o motivo!
Infográficos

[Infográfico] Celulares bloquedos no Brasil já chegam a 9,2 milhões. Entenda o motivo!

Cassiana Campos

Aparelhos irregulares não funcionarão mais? A  ação pretende combater o uso de aparelhos falsificados na rede brasileira, porém, nem tudo ficou tão claro para o consumidor. Motivo segundo Anatel refere-se aos casos de aparelhos perdidos, furtados ou roubados, também considerado “aparelhos irregulares”. A maioria dos celulares foram bloqueados por solicitação dos usuários, enquanto o restante foi ação de […]