Celular

Atualizado em
Leitura 3 min

Claro e TIM anunciam 5G no Brasil ainda em 2020

Gabriela Resende, jornalista de Portal de Planos

Por Gabriela Resende

Jornalista — Portal de Planos

Duas mulheres olhando para celular

Desde que as primeiras notícias sobre o lançamento do 5G na Coreia do Sul começaram a circular, em meados de 2019, os fãs de tecnologia começaram a se perguntar: quando o 5G chega no Brasil? A boa notícia é que ele já está chegando. 

Será de uma forma um pouco diferente — e sem a mesma velocidade — que já existe na Ásia. Mesmo assim, com grandes avanços em relação à tecnologia disponível atualmente e mais cedo do que muitos esperavam: os testes da Claro começam ainda em julho e os da TIM em setembro de 2020. 

5G no Brasil antes mesmo do leilão

Como você talvez já tenha lido aqui no Portal de Planos anteriormente, o leilão das frequências do 5G, no Brasil, foi adiado pela Anatel. Esse leilão é essencial para que as operadoras "dividam" entre si as frequências em que o 5G vai funcionar — 700 MHz; 2,3 GHz; 3,5 GHz e 26 GHz — e comecem a instalar a infraestrutura para oferecer a tecnologia. Porém, devido à pandemia de covid-19, a Anatel adiou o evento para 2021.

Você talvez esteja se perguntando como é possível ter 5G no Brasil antes mesmo do leilão. Para isso, as empresas utilizaram uma solução simples e muito inteligente: aproveitar as mesmas bandas já usadas para a internet 4G e 4.5G. Como as operadoras já têm licença para usá-las, não precisam esperar o leilão das próximas. 

Isso é possível com uma tecnologia oferecida pela empresa sueca Ericsson (sim, aquela mesma que fazia os celulares Walkman com a Sony, nos anos 2000), chamada DSS. Essa sigla em inglês significa "compartilhamento dinâmico de espectro". 

Explicando de maneira simples, isso quer dizer que os sistemas das operadoras disponibilizam os dois sinais (4.5G e 5G) pelas mesmas antenas, otimizando cada um deles conforme a demanda. 

Segundo a Claro, o 5G DSS vai disponibilizar até 12 vezes mais velocidade que a internet 4G convencional (a TIM ainda não anunciou mais detalhes sobre a sua tecnologia). Não é a mesma coisa que o 5G "de verdade", já disponível em alguns países, que oferece muito mais velocidade, tempo de resposta menor e mais estabilidade. Ainda assim, o DSS é uma solução temporária interessante, enquanto o leilão da Anatel não acontece. 

Como usar o 5G da Claro no Brasil?

Em primeiro lugar, é importante estar em uma das áreas com cobertura 5G DSS. 

A Claro, que está começando seus testes agora em julho, vai oferecer a tecnologia em duas áreas pequenas, no início: em São Paulo, na Avenida Paulista e nos Jardins, e no Rio de Janeiro, no Leblon, Ipanema e Lagoa. 

Nas semanas seguintes, a operadora pretende expandir a cobertura para outros bairros da Zona Leste e Sul de São Paulo e por toda a orla do Rio de Janeiro, do Leme à Barra da Tijuca. Segundo a Claro, o critério para escolher essas regiões foi a maior demanda por internet e a presença de smartphones de última geração.

Falando nisso, o anúncio do 5G DSS da Claro coincide com o lançamento no Brasil do primeiro aparelho totalmente compatível com a nova tecnologia de internet. O Motorola Edge, que está sendo comercializado a partir de 14 de julho, marca a volta da empresa ao mercado de smartphones topo de linha. 

A Samsung também já lançou smartphones com 5G no exterior — versões do S20 e do A90 —, mas não trouxe esses modelos para o Brasil, já que a tecnologia ainda não estava disponível no país. A Apple, por sua vez, deve lançar iPhones com 5G apenas na próxima geração de seus celulares, em algum momento de 2020. 

Enquanto isso, o único modelo que você pode comprar, no Brasil, com 5G é o Motorola Edge, que mencionamos anteriormente. Mas a Claro explica que apenas o Edge "normal" é compatível com a tecnologia DSS. O Edge+ — que é superior e custa mais caro — suporta apenas o 5G "definitivo", que depende do leilão da Anatel para ser implantado.  

5G da TIM chega em setembro

Logo após o anúncio da Claro, a TIM também divulgou seus planos de trazer o 5G para o Brasil, ainda em 2020. Essa operadora, contudo, não deu mais detalhes sobre a tecnologia que vai utilizar para isso.

O que se sabe é que a rede começará a funcionar em setembro e que a TIM pensou em uma estratégia diferente da usada por sua concorrente: em vez de áreas centrais de grandes capitais, a TIM vai oferecer seu 5G em três cidades do interior. Mais especificamente Bento Gonçalves (RS), Itajubá (MG) e Três Lagoas (MS).

Com a movimentação das principais concorrentes, resta saber se as outras operadoras — como Vivo e Oi — também vão anunciar planos de implementação do 5G. Para ficar por dentro dessas novidades, acompanhe sempre o Portal de Planos

Se você estava torcendo para o 5G chegar logo ao Brasil, compartilhe essa notícia nas redes sociais. Mais gente vai gostar de saber dessa novidade!

Quem escreve

Gabriela Resende, jornalista de Portal de Planos

Gabriela Resende

Jornalista — Portal de Planos

Graduada em Relações Internacionais (Uni-BH) e Jornalismo (PUC-MG), Gabriela Resende é jornalista do Portal de Planos e apresentadora do nosso canal no Youtube. Por acreditar na importância do acesso à informação, Gabriela produz nossos conteúdos para que você possa, de forma simples e clara, fazer a escolha dos seus planos de telecomunicações e entender mais sobre tecnologia.