Celular

Atualizado em
Leitura 2 min

TIM e Anatel assinam TAC para levar 4G a mais de 350 municípios

Gabriela Resende, jornalista de Portal de Planos

Por Gabriela Resende

Jornalista — Portal de Planos

Aperto de mãos

Um acordo entre a empresa de telecomunicações TIM e Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) foi fechado nesta terça-feira (07/07). Na ocasião,  as instituições assinaram um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) por videoconferência.

Por meio desse acordo, cidades brasileiras que contam com um IDH menor que a média nacional nas regiões norte e nordeste, além do estado de Minas Gerais, serão beneficiadas com acesso à internet de banda larga e móvel oferecidas pela TIM.

Ao todo, serão cerca de 350 cidades que receberão o benefício, todas com menos de 30 mil habitantes. As instituições esperam concluir o projeto em até 3 anos. Em entrevista, o presidente da Anatel ressaltou que a chegada do da tecnologia 4G a esses locais “possibilitará gerar mais negócios, mais renda e dinamizar a economia nesses locais”.

O Ministro das Comunicações, Fábio Faria, que representou a Anatel na assinatura do acordo, externou o desejo de levar banda larga para mais regiões do Brasil. "Ainda temos o desejo de atingir 140 milhões de brasileiros sem cobertura. O TAC celebrado teve como objetivo ser mais do que um tradicional compromisso para cessação de condutas irregulares por parte da prestadora", afirma.

O TAC já tinha sido aprovado desde junho, o qual previa o arquivamento de processos por um valor de referência de R$ 639 milhões, além de melhorar experiência e qualidade do cliente com telecomunicações nesses locais.

A internet 4G é considerada uma sucessora direta da 3G, trazendo melhorias para a navegação dos usuários, principalmente com relação a sua velocidade de carregamento de páginas e download de arquivos.

4G no Brasil

A tecnologia 5G está prestes a entrar no país, mas a 4G ainda tem caminhado para ganhar espaço em todo o território nacional. Em 2019, um levantamento feito pela Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil) apontou que cerca de 4,7 mil municípios já contam com essa tecnologia, mas que a 3G ainda é a predominante nos locais mais afastados.

Em maio deste ano, a OpenSignal encontrou melhorias com relação a melhoria da qualidade da internet 4G brasileira, principalmente levando em consideração outros países da América Latina.

De acordo com o estudo, os celulares no país gastam 79,3% do tempo conectados a internet 4G, o que representa um aumento em 4,7 pontos percentuais entre os anos de 2019 e 2020.

A qualidade da internet também melhorou: a velocidade média de download ficou em 15,3 Mbps, ficando em 5º lugar no ranking de internet móvel mais rápida. Já em uploads o valor fica em 5,8 Mbps. 

Outras experiências como ver vídeos  também foram analisadas pelo estudo e também ocorreram melhorias: com a visualização de vídeos, o país conseguiu incríveis 75 pontos de uma escala de 0 a 100. Em experiência de jogos, a pontuação chegou a 54,2 pontos, pontuando aspectos como latência e perda de pacote de dados.

Gostou dessa notícia? Então compartilhe em suas redes sociais e mostre para mais pessoas os avanços da tecnologia 4G pelo país!

Quem escreve

Gabriela Resende, jornalista de Portal de Planos

Gabriela Resende

Jornalista — Portal de Planos

Graduada em Relações Internacionais (Uni-BH) e Jornalismo (PUC-MG), Gabriela Resende é jornalista do Portal de Planos e apresentadora do nosso canal no Youtube. Por acreditar na importância do acesso à informação, Gabriela produz nossos conteúdos para que você possa, de forma simples e clara, fazer a escolha dos seus planos de telecomunicações e entender mais sobre tecnologia.