TV

Atualizado em
Leitura 3 min

Como ligar o notebook na TV? Veja agora 5 maneiras eficientes!

Gabriela Resende, jornalista de Portal de Planos

Por Gabriela Resende

Jornalista — Portal de Planos

Notebook ligado na televisão

Em matéria de tecnologia, existem funções nos dispositivos que nem sempre dominamos ou sabemos da existência, não é verdade? Falando nisso, você faz ideia de como ligar notebook na TV

Seja por meio de fios, seja sem eles, criar essa integração entre notebook e TV é ótimo em diversos aspectos do dia a dia, tais como visualizar vídeos do YouTube, conferir fotos da família, treinar apresentações ou curtir serviços de streaming. 

Para que entenda melhor sobre o tema, preparamos 5 dicas de primeira para você conectar o seu notebook na tela da TV e usufruir desse recursos à vontade. Confira!

1. Cabo VGA

Ainda que seja uma opção não tão moderna quanto outras disponíveis no mercado, o cabo VGA acaba se tornando bem útil quando a pessoa dispõe de uma TV ou um notebook mais antigo

Conta com uma resolução máxima de 640 x 480, ou seja, não é um tipo de cabo que dará a você uma imagem em alta definição, tanto é que a tecnologia vem caindo em desuso com o tempo. 

A menos que seja um dos filmes clássicos de Charles Chaplin de cinema mudo, lembre-se de utilizar um cabo de áudio, headphone ou caixa de som para complementar o VGA. 

A princípio, conecte o cabo e seu complemento de áudio em ambos os aparelhos, com eles desligados para que o procedimento ocorra de forma correta. 

Ao ligar o aparelho de TV e o notebook, pegue o controle remoto e pressione o botão Input, que também pode ser chamado de AV ou Source, a fim de encontrar a entrada de PC ou RGB entre as opções do monitor. 

A conexão deve acontecer automaticamente, porém, caso isso não ocorra ou queira somente mexer na forma de visualização, acesse Configurações > Sistema > Vídeo do seu notebook.

2. Cabo HDMI

Sendo utilizado em quase todas as conexões atuais, o cabo HDMI facilita demais a vida de quem deseja saber como ligar o notebook na TV, uma vez que precisa só dele para fazer o processo. 

Não há a preocupação com uma saída de áudio separada, tendo em vista que o HDMI já faz uma função dupla e ainda conta com alta definição na imagem.

Mas é interessante mencionarmos que cada tipo de HDMI proporciona uma qualidade diferente de resolução, isto é, na versão 1.0 você terá imagens em Full HD, enquanto as versões 2.0 e 3.0 suportam resoluções em 4K. 

Ao contrário do VGA, você pode realizar o procedimento com ambos os aparelhos ligados, sendo que, normalmente, a conexão leva menos tempo que o preparo de um miojo. 

De modo geral, você conectará o cabo nos dois dispositivos para, logo em seguida, apertar o mesmo botão do controle remoto que citamos e selecionar a opção HDMI. 

Se acontecer de a tela da TV ficar preta ou piscando, escolha no menu projetar do notebook a opção “duplicar a imagem” ou “segunda tela”.

3. Conexão Wi-Fi

Além das opções via cabo, existe também a possibilidade de conectar o notebook na TV sem precisar de fios, ato que gera mais praticidade e organização se analisarmos a fundo. 

Dependendo apenas do sinal de internet por meio de Wi-Fi, você pode espelhar os conteúdos da sua área de trabalho por meio de uma Smart TV, por exemplo, item muito comercializado por permitir a utilização de streamings e demais aplicativos.

No entanto, verifique se a sua TV tem compatibilidade com os protocolos Miracast ou DLNA, por exemplo, que servem como facilitadores para espelhar sua tela como se fosse uma conexão bluetooth. 

Caso o seu aparelho não tenha essa tecnologia, é possível adquirir adaptadores que permitam sua conexão sem quaisquer dificuldades.

Basicamente, quando a Smart TV suporta os protocolos ou tem um adaptador conectado, você só precisa procurar a opção Screen Share ou Streaming de Mídia em seu menu, de modo que faça o pareamento com o seu notebook. 

Nas situações de vídeos mais extensos, tais como filmes ou, até mesmo, games, lembre-se que pode haver um atraso na resposta e ocasionar alguns travamentos.

4. AirPlay

Para os usuários de produtos Apple, que costumam ter um cenário diferenciado e personalizado em termos de conexão, a alternativa mais viável para integrar o Macbook e a TV é o AirPlay. 

É um protocolo de comunicação que já configura em TVs mais atuais, sendo que, caso a sua ainda não tenha acesso a esse tipo de informação, o ideal é ter um aparelho Apple TV para funcionar como intermediador.

Você encontrará os recursos de espelhamento e transmissão no Airplay, sendo que o primeiro permite exibir a tela inteira do seu Macbook na TV, enquanto o segundo deixa livre apenas alguns conteúdos de áudio e vídeo. 

Pois bem, após conectar a TV na mesma rede Wi-Fi do Mac, veja se aparece a função AirPlay dentro dos menus, escolha o seu dispositivo e, automaticamente, a tela da TV reproduz o que estiver acessando.

Se aparecer algum código de acesso do AirPlay diretamente na sua Smart TV, digite a informação no Mac para espelhar ou manter como tela separada. 

Nunca é demais lembrar que esse tipo de protocolo é exclusivo para usar em aparelhos da Apple e o ícone que verá, tanto no Macbook quanto na TV, é uma tela com um triângulo na base.

5. Chromecast

Agora se você é mais fã da tecnologia Google e não abre mão de utilizar o seu Chromecast, existe a possibilidade de conectar o notebook de maneira muito simples e direta. 

O aparelho Chromecast é conectado na TV por meio de uma saída HDMI, possibilitando assim um emparelhamento eficiente entre os dispositivos e uma qualidade de imagem impecável. 

Para realizar a conexão, vá nos três pontinhos que ficam no lado direito superior do navegador Chrome e ache a opção “transmitir”, pois ali será possível escolher três alternativas distintas: a área de trabalho, a guia aberta no navegador ou um arquivo. 

Com isso, mesmo que o seu aparelho de TV não seja uma Smart, você pode realizar o espelhamento, mas fique sempre de olho na qualidade da internet para não travar. 

Em resumo, ao verificar alternativas de como ligar o notebook na TV, perceba que existem várias possibilidades bem eficientes, sendo que é sempre bom verificar as devidas compatibilidades de cabos ou protocolos de conexão.

E aí, o que achou dessa lista que trouxemos? Já utilizou alguma dessas tecnologias? Deixe o seu comentário no post e compartilhe sua experiência!

Quem escreve

Gabriela Resende, jornalista de Portal de Planos

Gabriela Resende

Jornalista — Portal de Planos

Graduada em Relações Internacionais (Uni-BH) e Jornalismo (PUC-MG), Gabriela Resende é jornalista do Portal de Planos e apresentadora do nosso canal no Youtube. Por acreditar na importância do acesso à informação, Gabriela produz nossos conteúdos para que você possa, de forma simples e clara, fazer a escolha dos seus planos de telecomunicações e entender mais sobre tecnologia.